Filme Eles Estão no Meio de Nós – Bernardo Küster

Eles estão no meio de nós

Sumário

O filme e documentário “Eles estão no meio de nós” foi produzido por Bernardo Küster e Viviane Princival, trazendo informações sobre as origens, estratégias e planos da maior ação anticristã contra a Igreja no mundo: a Teologia da Libertação. 📽️🎬📺

A Teologia da Libertação é uma heresia modernista que busca reinterpretar os ensinamentos Católicos e usá-los como motor de uma revolução social.

Quem é Bernardo P. Küster?

bernardo kuster produtor filme eles estao ano meio de no

Bernardo Küster é escritor, empreendedor cultural e Diretor de Opinião do jornal Brasil Sem Medo. Formado em Administração pela PUC-PR com extensão em Política Internacional e Economia Empresarial na Università degli Studi di Ferrara (Itália) e MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas.

Bernardo também é ensaísta, tradutor e jornalista e tem um canal no YouTube. Os seus vídeos refletem normalmente opiniões controversas sobre temas atuais relacionados com política, filosofia, religião e cultura.

Quem é Viviane Princival?

Viviane Princival é diretora cinematográfica e consultora para o desenvolvimento de programas educativos convidada pela TV Escola – Fundação Roquette Pinto de Comunicação Educativa, no Rio de Janeiro (2019). Docente colaboradora do Departamento de Arte da Unicentro. Mestre em Educação e Cultura (2018) pela Universidade Estadual do Centro Oeste – UNICENTRO.

Pela mesma instituição, possui graduação em Arte (2016), com mobilidade estudantil em Estudos Artísticos pela Universidade de Coimbra – UC, Portugal, onde também se especializou em Cinema Documental (2014) e cumpriu créditos do Mestrado em Musicologia – Música Antiga (2014 – 2015).

No Brasil, também possui graduação em Pedagogia: Docência e Gestão Educacional (2010), pela UNICECNTRO. É pós-graduada em Arte Educação (2012). Possui experiência docente no ensino superior (graduação em Pedagogia, Letras, Educação Física, e Arte), e na educação básica com o ensino de arte.

Possui experiência confluente entre as linguagens da arte: visuais: É diretora/realizadora de cinema documental, com experiência de produções fílmicas entre o Brasil, Estados Unidos, México, Itália, Portugal e Espanha.

O que é a Teologia da Libertação?

A Teologia da Libertação é uma abordagem teológica cristã que enfatiza a libertação dos oprimidos por meio de uma análise crítica da realidade social. Ela surgiu na América Latina na década de 1960, após o Concílio Vaticano II, e se tornou um movimento supradenominacional, suprapartidário e inclusivista de teologia política.

Alguns dos principais expoentes da teologia da libertação são Gustavo Gutiérrez, Leonardo Boff, Jon Sobrino, Juan Luis Segundo, Rubem Alves e José Míguez Bonino. Eles defendem uma “opção preferencial pelos pobres” e uma inculturação da fé cristã nas diversas realidades culturais e sociais.

A teologia da libertação recebeu críticas e condenações da Igreja Católica, especialmente do cardeal Joseph Ratzinger (futuro papa Bento XVI), que a acusou de ser herética, marxista, relativista e materialista. O movimento também enfrentou oposição de outros setores conservadores da sociedade e sofreu perseguições e violências em alguns países latino-americanos.

Atualmente, a teologia da libertação está em declínio, mas ainda realiza fóruns mundiais para debater alternativas para o mundo. Alguns teólogos da libertação também veem no papa Francisco um sinal de esperança e reconciliação com a Igreja Católica.

Quem é Leonardo Boff?

leonard boff padre excomungado defensor da teologia da libertacao no brasil

Leonardo Boff (1938) é um teólogo, escritor e professor brasileiro, um dos maiores representantes da Teologia da Libertação, corrente progressista da Igreja Católica.

Leonardo Boff, pseudônimo de Leonardo Genésio Darci Boff, nasceu em Concórdia, Santa Catarina, no dia 14 de dezembro de 1938. É neto de imigrantes italianos, da região de Vêneto, que vieram para o Brasil no final do século XIX.

Fez seus estudos em sua terra natal, em Rio Negro no Paraná e Agudos em São Paulo. Cursou Filosofia em Curitiba e Teologia em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Em 1959 ingressou na ordem dos Frades Menores, sendo ordenado sacerdote em 1964.

Esteve presente nos inícios da reflexão que procura articular o discurso indignado frente à miséria e à marginalização com o discurso promissor da fé cristã gênese da conhecida Teologia da Libertação.

Trilogia O Fim das Nações

Comentários

Deixe um comentário