Tempo Geológico e Tempo Histórico

Qual a diferença entre o tempo geológico e tempo histórico?

Antes de ler este texto, peço que  pesquise em algum dicionário a definição das seguintes palavras:

  • ancestral;
  • geológico.

O homem não consegue presenciar as grandes transformações pelas quais nosso planeta passa. Para conhecer e estudar essas transformações e necessário um trabalho minucioso de pesquisa e análise de achados históricos conhecida por Paleontologia.

Para medir longos intervalos de tempo é usada uma escala de tempo específica, que é chamada de Escala Geológica. Ela conta a história da Terra a partir de eventos considerados importantes e é dividida em Épocas que formam Períodos, que formam Eras, que formam Éons.

Os nomes das Eras e dos Períodos geralmente se referem a acontecimentos biológicos e históricos que determinam o início deste intervalo de tempo. Pensar em bilhões de anos é difícil, para isso, veremos uma tabela que ajuda a entender a escala do tempo da Terra.

É interessante observar o quão ínfimo é o tempo de vida de existência do homem na Terra. Se considerarmos que todo o tempo de existência do planeta Terra fosse de apenas 24 horas, o ser humano só estaria habitando este nos últimos segundos. O homem passa a existir já no período Quaternário, bem no final. Veja a tabela abaixo para entender melhor:

escala tempo geologico e tempo historico (conversao de 1 dia em 24 horas)

Considera-se tempo geológico aquele transcorrido através de fenômenos naturais desde a formação da Terra até os dias de hoje, já o tempo histórico se inicia com o surgimento dos primeiros ancestrais do ser humano e é muito curto em comparação com o tempo geológico.

O tempo geológico tem início com a formação da Terra, há cerca de 4,5 bilhões de anos. Durante esse tempo muitas mudanças ocorreram no nosso planeta, continentes se formaram, surgiram e desapareceram oceanos, o clima se modificou, surgiram e desaparecem várias espécies de animais.

As mudanças no decorrer do tempo geológico normalmente não são perceptíveis para algumas gerações de seres humanos, sabemos delas através de evidências científicas.

Dentro desse tempo, também temos ocorrências relativamente recentes como o surgimento das grandes montanhas (Andes, Himalaia, Alpes) e a extinção dos dinossauros. Outros eventos são antigos, como a formação das primeiras rochas e o surgimento dos oceanos.

tempo histórico se inicia por volta de dois milhões de anos quando apareceram os primeiros ancestrais do ser humano. É o tempo no qual os seres humanos, podemos assim dizer, deixou marcas.

Ele é muito recente se comparado ao tempo geológico, sendo que o ser humano não assistiu grandes alterações no planeta Terra, do ponto de vista geológico, pois quando ele surgiu a configuração geológica do planeta Terra era praticamente a mesma em relação a atual.

É marcado por grandes acontecimentos, como guerras, quedas de impérios, grandes construções, grandes epidemias e mudanças de regimes e também marcam diferentes formas de organização política, econômica, social e cultural das civilizações e podem variar entre grupos sociais.

Tempo histórico versus tempo cronológico

O tempo cronológico é o tempo dos relógios e dos calendários, esse tempo é medido em frações exatas e constantes de tempo: um dia tem sempre 24 horas, uma hora tem sempre sessenta minutos e um ano tem sempre 12 meses.

O tempo cronológico começou a ser medido pelos fenômenos naturais como a posição do sol e as fases da lua. Em seguida, o homem criou instrumentos para controlar o tempo, como a ampulheta, o relógio e o calendário.

Diferente do tempo cronológico, o tempo histórico é o tempo marcado por grandes acontecimentos, como o desenvolvimento e declínio de grandes civilizações, surgimento da escrita, descobrimento do continente americano, Primeira e Segunda Guerra Mundial, Guerra Fria, Revolução Francesa e Revolução Industrial.


Publicado

em

por

Comentários

Deixe um comentário