Energia solar ultrapassa termelétrica e se torna 3ª maior fonte de energética no Brasil

O potencial de geração de energia solar existente no Brasil é grande. De acordo com a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o país já consegue gerar mais de 16 gigawatts (GW) com painéis solares, capacidade equivalente à potência da usina hidrelétrica de Itaipu. A fonte solar já ultrapassou a potência instalada de termelétricas movidas a petróleo e outros combustíveis fósseis, além do que também já somam potência instalada operacional superior à das termelétricas movidas à gás natural e biomassa, tornando-se assim a terceira fonte mais representativa na matriz energética brasileira, ficando atrás apenas das hidrelétricas e dos parques eólicos.

Toda essa geração solar é representada por projetos em parques centralizados (grande porte) ou também geração distribuída (telhados, fachadas, prédios e terrenos), o que representa 8,1% da matriz brasileira, sendo a maior parte ainda hídrica 53,9% e eólica 10,8%.

A perspectiva é que a geração solar deva aumentar nos próximos anos, sendo que os diretores da Absolar destacaram a competitividade que vem crescendo num ritmo acelerado desde 2018. Veja:

“As usinas solares de grande porte geram eletricidade a preços até dez vezes menores do que as termelétricas fósseis emergenciais ou a energia elétrica importada de países vizinhos, duas das principais responsáveis pelo aumento tarifário sobre os consumidores”.

Carlos Dornellas, diretor da Absolar

Ainda segundo a Absolar, é estimado que a fonte solar já gerou mais de 86 bilhões de reais em investimentos no Brasil desde 2012, de modo que evitou também a emissão de 23 toneladas de CO2 na atmosfera, além de ser lucrativa também é sustentável, sem conta que possibilitou uma arrecadação de 20,9 bilhões aos cofres públicos.

Além da mudança na matriz energética, o país precisa modernizar sua rede elétrica. Para especialistas, o futuro é das redes digitalizadas. Isso significa pensar energia não só como feita de usinas, cabos e postes, mas também com grande quantidade de dados e internet das coisas.

Energia solar no Brasil ultrapassa termelétricas (terra.com.br)

ABSOLAR – Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica

Energia solar passa termelétrica e se torna 3ª maior fonte brasileira | Agência Brasil (ebc.com.br)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.