Um pouco de Cartografia: Cartogramas e Anamorfoses (8ºano – PET Vol.1)

Oriundo da palavra latina Charta, que quer dizer “folha de papel” e sua junção com Graphein, que significa “escrever”, podemos ter uma noção do que se trata a Cartografia, que vai se ocupar de um estudo detalhado acerca dos mapas e seus modo de descrição.
Tendo isso em vista, vamos entender um pouco a diferença entre os cartogramas e as anamorfoses, que são também formas de representar o espaço geográfico.
Cartogramas são formas mais tradicionais de representação, uma vez que vão utilizar os objetos comuns como pontos, cores, figuras e linhas para representar algum fenômeno no mapa, seja uma importância, movimentação ou evolução deste. Os livros de Geografia são recheados de exemplos, através de diversas cores, áreas pontilhadas e tracejadas com uma grande variedade de informações. Veja no exemplo abaixo um cartograma com o objetivo de fornecer ao leitordo mapa informações sobre a densidade demográfica mundial:

Figura-7-Densidade-demografica-por-paises-2010-cartograma-coropletico
Cartograma contendo a densidade demográfica mundial

Por outro lado, já as Anamorfoses são formas de representação do espaço onde há uma grande distorção da proporcionalidade do que está sendo representando. Nitidamente você perceberá uma anamorfose, uma vez em que nestes casos existe uma grande ocorrência da deformidade dos territórios descritos. Os mapas anamórficos são elaborados a partir da análise de dados quantitativos referentes a determinada área. No exemplo abaixo, você consegue perceber a grande diferença de IDH no primero exemplo ou até a concentração de população mundial no segundo caso:

MAPA%2BANAMORFICO
Mapa anamórfico contendo o IDH dos países
populacao%2Bmundial

Mapa anamórfico com a população absoluta mundial
Anamorfose com dados sobre a população mundial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.